CUIABÁ

MATO GROSSO

Prevenção ao assédio inclui acolhimento psicológico, explica juíza em Roda de Conversa em Cáceres

Publicados

MATO GROSSO

Servidores e servidoras do Judiciário de Mato Grosso que precisarem de apoio psicológico diante de uma situação de assédio moral ou assédio sexual no ambiente de trabalho poderão receber atendimento de um profissional de outro local. O esclarecimento foi da juíza Luciene Kelly Marciano Roos, da 3ª Vara Criminal de Pontes e Lacerda, que participou de uma Roda de Conversa no Fórum de Cáceres sobre tema do assédio moral e do assédio sexual, nesta quinta-feira (26).
 
O assunto vem sendo abordado em uma Semana de Enfrentamento realizada pelo Tribunal de Justiça, por meio da Comissão de Prevenção e Enfrentamento do Assédio Moral, do Assédio Sexual e da Discriminação do Primeiro e Segundo Graus, presidida pela desembargadora Maria Erotides Kneip.
 
“Normalmente, quem é vitima de um assédio ou discriminação fica em uma situação de vulnerabilidade, não necessariamente de hierarquia. Pode ser que ela não queira que aquele psicólogo da comarca que conhece a ela e ao seu assediador faça o atendimento. Então, ela pode, por meio do canal que é disponibilizado, solicitar atendimento de outro psicólogo”, explica a juíza Luciene, eleita em votação direta entre os magistrados da respectiva jurisdição para compor a Comissão.
 
Antes de Cáceres, o encontro foi realizado em Cuiabá, Sinop, Várzea Grande, e ainda ocorre em Barra do Bugres e Tangará da Serra. A juíza explicou aos participantes que, às vezes, é difícil concluir se uma situação configura assédio ou discriminação. Mas qualquer situação que enseje desconforto e que não seja pontual e sim reiterado, continuado, seja levada ao conhecimento da Comissão para que, junto de profissionais da psicologia, a situação seja avaliada e dado um encaminhamento.
 
“Além do apoio psicológico, a Justiça também conta com outros meios como os Círculos de Construção de paz, as constelações familiares e mediações. Estamos à disposição de todos os servidores, seja qual for o vínculo com o Tribunal, terceirizados e também estagiários, para que contem com a comissão”, afirmou.
 
O juiz 3ª Vara Criminal de Cáceres, José Eduardo Mariano, elogiou a iniciativa do Tribunal de levar o tema para a comarca e acredita eu a contribuição do debate será grande para cada servidor do local.
 
“Com o retorno das atividades presenciais, é importante que esse tema do assédio seja debatido. Condutas que, às vezes, podem ser praticadas no dia a dia sejam pautadas de acordo com um ambiente saudável, harmônico”, contou.
 
O trabalho preventivo foi destacado pela servidora Josane dos Santos Cunha que disse ficar surpreendida sobre a amplitude que o tema pode ter e garante que as reflexões a marcaram.
 
“Muitas pessoas não tem o conhecimento de tudo que foi passado. Para mim foi um aprendizado maravilhoso, tinha coisas que eu não sabia sobre o assédio moral. Às vezes a gente faz as brincadeiras com os colegas, sem o intuito de ofender, mas acabamos ofendendo. Foi muito produtivo, saí satisfeita”.
 
Estagiária de Direito, Franciely Batista de Oliveira, também aprovou a forma como o debate foi conduzido. Entre os pontos que disse ter aprendido ela destaca os limites da relação de trabalho.
 
“A palestra serviu, no meu ponto de vista, como uma prevenção no ambiente de trabalho, pensar, analisar se a minha fala ou conduta é assédio ou não, se estou no limite certo de como tratar meus colegas. É importante saber colocar limites na forma de falar, analisar melhor o que falar”, concluiu.
 
Também estiveram presentes no evento membros da Ordem dos Advogados do Brasil, Ministério Público, servidores e estagiários.
 
ParaTodosVerem: essa matéria possui recursos de texto alternativo para promover a inclusão das pessoas com deficiência.
Primeira imagem: Foto colorida do auditório do Fórum de Cáceres onde ocorreu o evento.
Segunda imagem: Foto colorida da juíza Luciene Kelly Marciano Roos, da 3ª Vara Criminal de Pontes e Lacerda, sendo entrevistada.
Terceira imagem: Foto colorida do juiz José Eduardo Mariano, da 3ª Vara Criminal de Cáceres sendo entrevistado.
Quarta imagem: Foto colorida da servidora Cáceres Josane dos Santos Cunha sendo entrevistada.
 
Andhressa Barboza
Coordenadoria de Comunicação da Presidência do TJMT
 
 

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  "Aqui, o governador está ajudando as famílias", afirma prefeito de Paranatinga
Propaganda

MATO GROSSO

“Batalhão era aguardado há décadas; agora, moradores e empresários do Distrito Industrial terão mais segurança”, destaca senadora

Publicados

em

Por

O governador Mauro Mendes entregou, na manhã desta quarta-feira (29.06), a nova sede do 24º Batalhão da Polícia Militar “Major Thiago Martins de Souza”, em Cuiabá. O novo prédio, localizado no Distrito Industrial, recebeu investimento do Governo de Mato Grosso no valor de R$ 3,766 milhões.

“Essa obra representa muita luta e um sonho de todos os empresários do Distrito Industrial. Há décadas, nós empresários e os moradores aguardávamos por um Batalhão ou Companhia da PM nessa região, e foi nessa gestão que conseguimos concretizar isso, trazendo mais segurança a todos. É uma realização, satisfação, conquista de todos nós, empresas e trabalhadores”, destacou a senadora Margareth Buzetti, que é presidente licenciada da Associação das Empresas do Distrito Industrial de Cuiabá (Aedic).

O governador Mauro Mendes ressaltou que o Governo de Mato Grosso investe na segurança pública em todas as áreas, desde o digital até ao armamento mais moderno.

“O Distrito Industrial é uma área importante com muitas indústrias e residências, e estamos entregano uma sede 100% nova, equipada, moderna e eficiente. O último investimento em obras, como essa, foi feito 1994. Hoje, o Governo de Mato Grosso está construindo batalhões, reformando e construindo mais cinco núcleos da PM, no interior do Estado”.

O secretário de Estado de Segurança Pública, Alexandre Bustamante, ressaltou que a entrega do novo Batalhão da PM é mais uma da série de investimentos que estão sendo realizados pelo Governo nesta área e que resultam diretamente na diminuição dos índices de criminalidade, em Mato Grosso.

“O novo Batalhão irá ajudar toda região com patrulhamento mais ostensivo. A ideia é trazer para a sociedade a sensação de segurança. O governador está fazendo os investimentos e a resposta está na diminuição dos índices de violência. Cuiabá é a segunda capital com menor índice de homicídios e, hoje, com todos os investimentos feitos, o policial trabalha com muito mais satisfação e devolvendo isso para sociedade”, afirmou o secretário Bustamante.

Leia Também:  Programa Agente Mirim será expandido para os municípios de Mirassol D’Oeste e Barra do Garças

Para o comandante-geral da Polícia Militar, coronel Alexandre Mendes, a nova sede do 24º Batalhão da PM é um “grande ganho para toda a comunidade”, desde a presença de policiamento para a segurança pública e também com o uso das dependências do prédio, que com espaço amplo, podem contemplar a população com cursos e ações sociais.

“Aqui os empresários colocam suas indústrias e empresas, gerando renda e empregos. Com isso, as pessoas que aqui trabalham e residem, também necessitam de segurança. É algo inédito, com a aquisição do espaço realizada pelo Governo do Estado, onde a região contemplada pela grande Pedra 90, Cinturão Verde, Tijucal, Pascoal Ramos, vão ganhar com mais presença física e de rondas da Polícia Militar e isso é bastante significativo para melhoria da segurança pública nessa localidade”, reitera o comandante-geral da instituição.

A nova sede do 24º Batalhão da PM, possui área total de 3.600 m², dos quais 516,85 m² de área construída no pavimento térreo e 485,90 m² no pavimento superior. No local, irão trabalhar os mais de 100 policiais militares que atuam na unidade e que realizam o policiamento de 55 bairros e 60 km² da zona rural da Capital. 

Leia Também:  Estado anuncia requisição administrativa do Hospital São Luiz de Cáceres

O nome do novo prédio é uma homenagem póstuma ao major Thiago Martins de Souza, falecido em abril de 2021, em decorrência da covid-19. A mãe e irmã do major participaram da solenidade de inauguração.

Governador Mauro Mendes homenageia mãe e irmã do major Thiago com flores

Inauguração da 2º Companhia da PM no bairro Pedra 90

Ainda na manhã desta quarta-feira (29), o secretário Alexandre Bustamante e o comandante-geral da PMMT, coronel Mendes, realizaram a entrega da 2º Companhia da PM pertencente ao 24º Batalhão, no bairro Pedra 90, que passou por uma reforma e recebeu o nome do cabo Élcio Ramos Leite.

O comandante do 24º Batalhão da PM, tenente-coronel Hender Ulisses da Silva, destacou que a nova base de segurança proporcionará um atendimento completo para a comunidade. “Aqui também vamos realizar a lavratura do boletim de ocorrência, com apoio da Polícia Judiciária Civil, com isso a população não precisa realizar grandes deslocamentos. Além disso, continuamos com o policiamento ostensivo, sendo esta base um maior apoio para os policiais militares que compõem o 24º Batalhão”, afirmou o tenente-coronel Hender.

Entre as autoridades que acompanharam o evento de inauguração estavam a secretária de Comunicação, Laice Souza; o secretário-chefe de Gabinete de Governo, tenente-coronel Jordan Espíndola; o senador Wellington Fagundes; a comandante-geral adjunta da PMMT, coronel Francyanne Siqueira Chaves; o subchefe do Estado-Maior Geral da PMMT, coronel Wilker Soares Sodré; o corregedor-geral da PMMT, coronel Fábio Andrade; o comandante do Primeiro Comando Regional da PMMT, coronel Wankley Rodrigues, entre outras autoridades civis e militares.

 

Fonte: GOV MT

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CUIABÁ

VÁRZEA GRANDE

MATO GROSSO

POLÍCIA

MAIS LIDAS DA SEMANA