CUIABÁ

POLÍCIA

Investigações resultam em oito prisões por crimes contra o patrimônio e tráfico, nesta semana

Publicados

POLÍCIA

Oito suspeitos de crimes contra o patrimônio e tráfico de drogas foram presos nesta semana, em Rondonópolis, em várias investigações conduzidas pela Delegacia Especializada de Roubos e Furtos (Def) do município. Outras duas pessoas procuradas pela Justiça também foram presas pela unidade policial.

Em uma das investigações, a equipe da delegacia prendeu em flagrante um dos autores do roubo a uma loja de eletrodomésticos, ocorrido na manhã de quinta-feira (12), na Vila Operária, de onde uma dupla criminosa levou diversos celulares.

Durante as diligências para esclarecer outro roubo, ocorrido em uma loja de telefonia móvel do centro da cidade, os investigadores identificaram a motocicleta de um dos ladrões e a partir dela foi possível chegar a um dos envolvidos. Preso em seu trabalho, o suspeito negou a participação nos roubos. Mas em buscas na residência da avó da esposa dele, no bairro Vila Ipê, após ter a entrada autorizada, os policiais localizaram dois aparelhos celulares identificados pelo número de Imei como os roubados da loja Martinello e da loja da Claro.

O suspeito, de 30 anos, foi reconhecido pelas vítimas. Ele foi autuado em flagrante por roubo qualificado e depois encaminhado à unidade prisional. O criminoso era monitorado por tornozeleira eletrônica, que estava desligada no momento da prisão.

Furto

Na terça-feira (10.05), a equipe da Derf de Rondonópolis recuperou peças de roupas e calçados furtados de uma loja. Um adolescente foi apreendido pelo furto e dois suspeitos de receptação responderão pelo crime.

Os produtos foram localizados em quatro endereços diferentes da cidade. Durante as investigações, os policiais civis apuraram que algumas peças estavam sendo ofertadas em grupos de redes sociais. Após identificar a pessoa que fazia a venda, a equipe passou a monitorar a sua residência e na terça-feira, quando chegou ao local em companhia de dois adolescentes, que usavam as roupas furtadas e reconhecidas pela vítima, foram detidos e levados à delegacia.

Leia Também:  Expediente na DECCOR será apenas no período matutino, na sexta-feira

Parte das peças foram levadas para outros endereços, onde foram localizadas mais roupas, além de munições de calibre 12. Um dos menores detidos acabou confessando a participação no furto.

O furto ocorreu no dia 26 de abril. O proprietário da loja narrou que durante a madrugada três pessoas forçaram o blindex do estabelecimento, arrebentaram os cadeados e entraram no local. Foram levados 120 itens, entre camisetas, agasalhos, shorts, tênis, perfumes, relógios, bonés, chinelos e óculos.

Falso policial

A delegacia especializada prendeu também em flagrante um homem que se passava por policial civil para aplicar golpes, exigindo dinheiro a donos de transportadoras do município.

O golpista, de 34 anos, abordava as vítimas por telefone e mensagens por aplicativos exigindo dinheiro para que as empresas não fossem alvos de supostas investigações. No seu perfil no aplicativo Whatsapp, o suspeito utilizava a imagem do brasão da Derf Rondonópolis para se passar por policial.

As investigações iniciaram após uma das vítimas procurar a delegacia e relatar que o suspeito pediu dinheiro para que “aliviasse a barra” sobre uma investigação de roubo de carga contra a sua transportadora. Com base nas informações passadas, a equipe de investigação e o Núcleo de Inteligência da delegacia conseguiram identificar o suspeito, detido em um comércio de sua propriedade no bairro Jardim Parque II. Com ele, foram apreendidos dois chips de celular que eram utilizados para contato com as vítimas.

Leia Também:  PRF recupera veículo em menos de 24 horas

Tráfico de drogas

As equipes da Derf realizaram ações no combate ao tráfico de drogas que resultaram no fechamento de bocas de fumo no Residencial Magnólia, região da Vila Dom Osório e Jardim Copacabana.

Na segunda-feira, quatro integrantes de uma associação articulada para o tráfico de drogas foram presos após a equipe policial apurar que o grupo estava vendendo drogas próximo a uma escola do município. A ação resultou na apreensão de diversas porções de drogas, dinheiro e um veículo Gol utilizado para o comércio ilícito. Os suspeitos de 34, 20, 19 e 18 anos eram responsáveis pela distribuição das drogas na região dos bairros Dom Osório, Nova Era e Liberdade.
 

Na terça-feira, um suspeito foi preso no Residencial Magnólia, em flagrante, por tráfico de drogas, associação para o tráfico e corrupção de menores. No local foram apreendidas porções de droga, dinheiro e vários materiais usados para embalar o entorpecente.

Já na quinta-feira, os policiais da Derf prenderam um traficante de 23 anos, no Jardim Copacabana. Na quitinete em que morava, ele atendia usuários que iam ao local comprar porções de entorpecentes. Para atender os ‘clientes’, ele ia até o portão, falando ao telefone celular, verificava o movimento na rua, quando então um usuário se aproximava, pegava a droga e saía.

No interior da quitinete foram apreendidos um tablete de maconha e outras porções já embaladas, uma balança de precisão, apetrechos para embalar e contatos de usuários que compram o entorpecente via aplicativo de mensagens.

Fonte: PJC MT

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

POLÍCIA

Em ação conjunta PRF e PC/MT prendem donos de oficina que adulteravam veículos roubados

Publicados

em

Por

Duas pessoas foram presas em flagrante na região metropolitana de Cuiabá pelos crimes de receptação qualificada e adulteração de sinal identificador de veículo, em ações conjuntas da Polícia Rodoviária Federal e Polícia Civil.

Na última quinta-feira (26), no município de Várzea Grande, a Polícia Rodoviária Federal e a Gerência de Combate ao Crime Organizado (GCCO) localizaram uma oficina de funilaria automotiva utilizada para realizar adulteração de sinais identificadores de veículos pesados (caminhões), produtos de crime.

Ação foi possível após a PRF apreender um caminhão adulterado no município de Barra do Garças. Os policiais apuraram que o veículo era produto de crime e havia sido adulterado nessa oficina.

As equipes policiais se deslocaram ao local e encontraram escondido dentro do galpão da empresa um caminhão que estava com uma placa fria. Feitas as devidas checagens, constatou-se que a numeração de chassi correspondia a outra placa veicular, de um automóvel furtado no dia 18 de maio em Cuiabá. O proprietário do local foi preso em flagrante por receptação e adulteração de sinal identificador de veículo automotor.

Leia Também:  Apreendemos carga de madeira ilegal nesta manhã, em Rondonópolis

Em outra ação conjunta realizada nessa sexta-feira (27), por equipes da PRF e Derfva, os policiais localizaram um semirreboque que foi roubado no município de Várzea Grande, no início deste mês.

O veículo estava escondido em um estabelecimento comercial de peças usadas, localizado em Cuiabá, na BR-364. O semirreboque estava em processo de adulteração, sendo que as etiquetas oficiais de identificação de numeração do chassi foram removidas e o número de identificação veicular adulterado.

O proprietário do local também foi conduzido para a Derfva e autuado em flagrante pelos crimes de receptação qualificada e adulteração de sinal identificador de veículo automotor.

Do início deste ano até o dia de hoje, somente a Polícia Rodoviária Federal em Mato Grosso já recuperou 188 veículos com registro de roubo/furto nas rodovias e estradas federais do estado. Esse resultado advém de um planejamento realizado com base nas estatísticas das ocorrências, aumento da fiscalização em pontos críticos e atuações integradas com outros órgãos.

Outro fator que contribui com isso é o Sistema Nacional de Alarmes da PRF (SINAL), disponibilizado desde novembro de 2017, serve para registrar roubos e furtos de veículos. O sistema tem por objetivo divulgar, imediatamente após o registro, informações de ocorrências nas últimas 72 horas. A probabilidade de recuperação de um veículo é maior nas primeiras horas após a ocorrência do fato.

Leia Também:  Cinco pessoas foram presas em São José dos Quatro Marcos durante operação contra o tráfico de drogas

Qualquer pessoa que tenha sofrido roubo ou furto de veículos dentro do Brasil pode efetuar o registro pelo site https://www.gov.br/prf/pt-br/servicos/sinal , como também pode ser feito por meio do número 191, central de emergência da Polícia Rodoviária Federal. Salienta-se a importância de que o registro na PRF não substitui o Boletim de Ocorrência na Polícia Civil.

Fonte: PRF MT

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CUIABÁ

VÁRZEA GRANDE

MATO GROSSO

POLÍCIA

MAIS LIDAS DA SEMANA