CUIABÁ

MATO GROSSO

“Aqui ficou claro que a união faz a força”, afirma prefeito de Sapezal sobre parceria com Governo de MT

Publicados

MATO GROSSO

O governador Mauro Mendes assinou, nesta sexta-feira (13.05), convênios com a Prefeitura de Sapezal no valor de R$ 124 milhões para obras de habitação e infraestrutura. Na área de habitação, o Governo do Estado vai investir R$ 8,7 milhões para a construção de 580 casas.

“Viemos a Sapezal para assinar convênio para 180 casas, mas quando cheguei aqui e vi tanta gente, com tanta expectativa e tanto sonhos, aumentamos esse número para 580 casas. Tenho certeza que isso vai ajudar a realizar o sonho de muitos moradores. Governo é isso, é cuidar de todos. Temos muitas obrigações e deveres, mas temos que olhar para o Estado como um todo, mas principalmente para aquelas regiões e pessoas que mais precisam. O poder público existe para isso e o dinheiro dos impostos que entra no Estado precisa ser bem administrado e ser devolvido para a população, criando oportunidades para que todos possam ter uma vida melhor. É isso que procuramos fazer ao longo desses três anos e cinco meses de gestão”, destacou o governador.

Ainda em Sapezal, o Governo assinou convênio para recuperação da MT-388, com extensão total de 45 km. O investimento será na ordem de R$ 8,1 milhões. Vai investir também R$ 83,1 milhões para restauração da MT-235 com extensão de 103 km. Também receberão asfalto novo as rodovias municipais SZL-09 e a SZL-13, com extensão total de 50 km, em um investimento de 24,1 milhões, por meio do Programa Agroestradas.

Leia Também:  Conheça o perfil de Rogério Gallo, o novo secretário-chefe da Casa Civil

O prefeito de Sapezal destacou a importância da parceria da Prefeitura com o Governo do Estado para a realização de tantas obras e ações no município. “Aqui está claro que a união faz a força. A assinatura desses convênios mostra como está sendo essa união entre o município e o Estado”.

O ex-governador Blairo Maggi ressaltou que ficou emocionado pela sensibilidade do governador Mauro Mendes em quadruplicar o número de casas a serem construídas no município. “Essas casas vão mudar a vida de muitas pessoas, pois ter um lugar para morar é a coisa mais importante para uma família e daqui a pouco 580 pessoas estarão dentro da sua residência. Faça chuva ou faça sol, tem emprego ou não, a casa é o seu lugar, o seu aconchego, é segurança da sua família”.

Mais convênios

O Governo de Mato Grosso firmou ainda convênio com a Prefeitura de Campos de Júlio para a construção de 200 casas, com investimento na ordem de R$ 3 milhões.

“É uma satisfação muito grande assinar esse convênio, que vai beneficiar tantas famílias carentes. Por muito tempo esperamos por isso e hoje aconteceu. Essa parceria com o Estado é muito importante para Campos de Júlio”, ressaltou o prefeito do município, Irineu Marcos Parmeggiani.

Leia Também:  MPMT e Município de Cuiabá articulam parceria em ações de prevenção

Também estiveram presentes no evento o senador Fábio Garcia, deputado federal Neri Geller, os deputados estaduais Sebastião Rezende, Carlos Avalone e Doutor João, os prefeitos de Tangará da Serra, Valter Masson, de Nortelândia, Jossimar Fernandes (popular Zema) e de São José do Rio Claro, Levi Ribeiro, o ex-senador Cidinho Santos, os Secretários de Estado Marcelo Oliveira (Infraestrutura), Laice Souza (Comunicação), presidente da MTPAR, Wener Santos e o comandante-geral da PM, Alexandre Mendes.

Fonte: GOV MT

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

MATO GROSSO

MTI realiza live sobre “Estimular o perfil inovador e empreendedor dos servidores públicos”

Publicados

em

Por

A Empresa Mato-Grossense de Tecnologia da Informação (MTI) realizou na última quarta-feira (25.05), a 15° edição do Tech Talk online com o tema “Estimular o perfil inovador e empreendedor dos servidores públicos”. A live teve o propósito de aliar ações educativas, diálogo e a interação como estratégia para promover a cultura da inovação no setor público.

“O foco da área de Inovação é trabalhar com esses servidores com perfis empreendedores e entusiasmados, uma vez que, existe pesquisas que mostram que esse grupo tem o efeito de transmitir e espalhar a mudança de cultura para os conformados. Se fala que no futuro as universidades vão ser apenas certificadores de conhecimento e não promovedores de informação, porque estamos vivendo um tempo onde a informação virou “commodity” (mercadoria) e existe uma overdose de informação. O problema agora não é acessar a informação e sim saber que informação eu tenho que acessar”, destaca o superintendente e gestor governamental da Secretaria de Estado de Planejamento e Gestão (Seplag-MT), Washington Fernando da Silva, que ministrou a live.

Segundo Paulo Márcio Pinheiro Macedo, gerente de Unidade de Gestão Estratégica de Inovação e Parcerias da MTI (Ugein), já existe uma busca para criar essa cultura de inovação dentro da MTI, sendo um deles o evento Tech Talk que procura trazer sempre assuntos relevantes e profissionais aptos para lecionar os mais diversos assuntos. “A nossa intenção é que cada vez mais o servidor desperte para um novo momento de inovação no serviço público”, disse.

Leia Também:  MT Hemocentro divulga agenda de coletas para o mês de março

“Se a inovação não muda a vida das pessoas não é inovação. Só é inovação se agregar valor de maneira significativa ao Governo, gerando economia, melhoria de qualidade ou transformação, esse é o conceito de inovação”, acrescentou.

Habilidade empreendedora é habilidade de se adaptar a novas realidades não só de fazer isso, mais de ser o próprio agente da transformação dentro do setor público, ser o protagonista e também o articulador para que outras pessoas colaborem para provocar a grande mudança dentro da esfera pública ou pequenas mudanças também. 

Criada no início do ano passado, a superintendência de Governança Digital e Inovação em Práticas Públicas, traz em seu do contexto geral como é a Trilha, as ferramentas e outros meios para estimular e desenvolver uma competência no servidor de inovação de empreendedorismo.

Para Washington Fernando da Silva, é possível empreender sendo servidor público, porque o conceito de empreendedorismo não está correlacionado a empresariar, muitas pessoas acham que empreender é só abrir empresas ou explorar comercialmente alguma ideia e não, empreendedorismo é transformar realidade é ter visões e levar a instituições para alcançar essas visões de evolução de inovação, esse conceito mais democrático é mundialmente aceito hoje e por isso se criou o termo intraempreendedorismo, que nada mais são que agentes de transformação que decidiram atuar dentro das corporações pública ou privada.

Leia Também:  Conheça o perfil de Rogério Gallo, o novo secretário-chefe da Casa Civil

Ainda o gestor aponta que, cada vez mais, o ser humano vai ter que se concentrar em tarefas tipicamente humanas e menos tipicamente robóticas, esse é o termo que se utiliza muito. Segundo essa visão mundial, os trabalhadores vão ter que se adaptar a conviver com a máquina e, essa substituição é uma realidade.

A exemplo do sistema implantado no governo na parte de protocolos, tramitação de documentos, o Sigadoc, simplesmente não precisa mais de pessoas para ficar carregando processos, tudo é automatizado, essas novas tecnologias vão trazer outros tipos de trabalho.

“A grande massa de servidores públicos ainda não acordou para isso, não percebeu que o trabalho dele vai ser modificado e está simplesmente deixando acontecer, temos que fazer um trabalho com os colaboradores para instruir de maneira inovadora esse aspecto que é delicado para nós”, pontuou.

*Assista o vídeo na íntegra no canal da MTI no YouTube clicando AQUI

Mini currículo do palestrante: Washington Fernando da Silva Gestor Governamental, atuando em projetos estratégicos de inovação no Governo de Mato Grosso desde 2007, foi premiado nos Prêmios Empreendedor Público e Inovar para Transformar. Atualmente ocupa cargo de Superintendente de Governança Digital e Inovação em Práticas Públicas.

Fonte: GOV MT

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CUIABÁ

VÁRZEA GRANDE

MATO GROSSO

POLÍCIA

MAIS LIDAS DA SEMANA